sábado, 17 de setembro de 2011

Tenho dó


O problema das pessoas são elas mesmas. Elas não se dão conta dos seus atos, de suas atitudes, por conta de seus vivos interesses momentâneos. Elas, por vezes, são tão improlíferas consigo mesmas, tão supérfluas, medianas, acomodadas. E o pior, cobram de outros aquilo que elas não ofereceram a si mesmas e tampouco para o próximo. Mentes egoístas, cheias de mesquinhezes e duras ditaturas para com o outro. Tenho dó. O mais triste é que sempre proliferam aquilo que diz respeito a outrem, entretanto, ocultam suas próprias fanfarrices. Cultivam o pior de si mesmas. Expõem-se como se numa vitrine. Depois disso, ainda são persecutórias, pois o mundo parece estar contra elas. Não, não pode ser. Elas são tão belas de si e falam bem daquilo que parece feio noutro ser. Não, não pode ser. Tenho dó. Elas não sabem se ver.

Por Dias, Anderson

Um comentário:

Flor com Espinhos disse...

o egocentrismo impera nos últimos tempos...o homem só vê um único homem: ele mesmo. triste...