segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Acredito


Acredito,

Por mais que ainda eu falhe.

Acredito,

Por mais que o meu plano não calhe.

Acredito,

Por mais que eu não veja a saída.

Acredito,

Pois minha fé é força única em minha vida.

Por Dias, Anderson

2 comentários:

Flor com Espinhos disse...

vlw pelo apoio, me senti abraçada...grata.

Dário disse...

Há de se crer, ainda que seja no não tido
A crê dito
Há braços que poetisam poeta, ainda há esperança