sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Um canto a sereia


Estava eu a cá,
Terra da garoa.
E ela veio de lá,
Lá da terra tão boa, da terra do mar.

Da terra da areia.
Veio de longe,
Com sorriso tão lindo,
Jeito de moça, delicada sereia.

Encantei-me quando eu a vi
Aqui no meu canto,
E se dos meus encantos, pudesse,
Cantaria a ela todos os meus cantos.

Cantos de quem,
Viu uma sereia, quão linda.
Cantos a quem,
Ao meu coração és bem-vinda.

Por Dias, Anderson

3 comentários:

Flor com Espinhos disse...

qdo toca é tao lindooo...aproveita, vivaa!!!

Rafaelle Costa disse...

nossa, que lindo. obgada pelo comentário lá no blog, pode usar sim o que vc quiser dos textos, te agradeço por colocara autoria. gostei muito desse ultimo post teu, a imagem tbm tá linda... como anda teu trabalho com os arquitetos?

me disse...

nossa ki lindo!! *-*